Palácio Duques de Aveiro
Quinta da Bacalhoa
Quinta das Baldrucas
Quinta da Bassaqueira
Quinta da Palhavã
Quinta da Má Partilha
Quinta das Torres
Quinta do Perú e da Conceição
Quinta de El Carmen

Quinta da Torre


 

      Palácio, solares e quintas

 Quinta da Conceição

  FOTOS >> Palácio dos Duques de Aveiro »» MAPAS .... maps Home

« voltar

Quinta da Conceição

A família Cremer começou por adquirir em Azeitão uma «quinta junto a Catralvos», mais tarde denominada «Quinta da Conceição», onde edificou um solar que é dos mais interessantes da região devido às características, reveladoras de uma influência holandesa (torre-lanternim com uma finalidade meramente decorativa) e portuguesa (beirado e silharias).

A casa é comprida e baixa e tem a forma de «E». Uma dupla fila de degraus, situada em frente da porta principal, constitui a barra do «E».

A designação da quinta esta assinalada par uma pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição, que encima aquela entrada do edifício. No lado esquerdo está a capela, com uma inscrição em latim que, traduzida para português, diz:

D Antonio Cremer, cavaleiro da Ordem de Cristo, almirante dos Países baixos, encarregado geral dos negócios de Portugal, e sua mulher muito querida D. Catarina Sofia Van Zeller, tanto para satisfazerem a própria devoção como a dos vizinhos, levantaram este pequeno templo a Deus Bom e Grande e á Pura Conceição da Imaculada Virgem Mãe de Deus. Edificaram mais as casas juntas para seu repouso e plantaram o jardim. A pedra fundamental foi lançada no primeiro dia de Maio de 1715 depois da publicação do tratado de paz entre Portugal e Espanha e no dia 8 de Setembro do mesmo ano tiveram lugar na capela os primeiros ofícios religiosos. Aceita, ó Virgem, estes altares que te consagramos e não desprezes, deusa benigna, a pequena dádiva.

Na fachada do edifício vêem-se duas escadas de pedra com dois lances simétricos aos lados direito e esquerdo de quem entra, dando acesso às salas do primeiro andar. Em cada uma das paredes que lhe servem de suporte existe um painel de azulejo representando um cão de grandes dimensões, num dos lados em atitude de defesa, pronto a atacar e a destruir o intruso, e, no outro, sorridente e amigo, aguardando todo aquele cuja visita fosse bem-vinda. Sobre uma das portas do palácio há o que ainda resta do brasão dos Cremer: escudo partido em pala; na primeira uma ave como uma cegonha, sustendo no pé direito, erguido, uma pequena esfera; na segunda, em baixo, um pequeno pássaro; a meio uma estrela com cinco raios; mais acima dois outros pássaros; e no canto superior esquerdo um liz.Quinta da Conceição

Francisco Augusto Sacramento, que foi caseiro desta quinta há cerca de 80 anos, contava que ainda conhecera um anexo do palácio que os azeitonenses mais idosos diziam ser do tempo da família Cremer. Era uma espécie de gruta situada junto de um carvalho secular, a uns 300 metros do início da escada de pedra do palácio, a qual tinha a forma de um crescente e era em grande parte envidraçada. Esta particularidade permitia que se visse do interior deste pavilhão a entrada do edifício. Era neste local, segundo se dizia, que os proprietários da quinta e os seus convidados se reuniam à tarde, durante a época de Verão, para tomarem chá.

No palácio da Quinta da Conceição existiram dois quadros a óleo representando António Cremer e a esposa, os quais pertencem actualmente ao solar da Quinta do Peru, e duas telas do princípio do século XVIII, simbolizando Santa Catarina e a Virgem.

Algumas salas do palácio, em particular o salão nobre e a capela, têm ainda as paredes azulejadas. Santos Simões admitiu que se tratasse de exemplares cuja data se poderá situar entre 1725 e 1730.

A Quinta da Conceição pertenceu posteriormente ao visconde da Lançada, Professor Manuel Bento de Sousa, a seu filho Dr. Antonio Maria Sousa e, mais tarde, a Carlos Ferreira e herdeiros. O palácio foi mandado reconstruir em 1941 por Carlos Ferreira. Estava abandonado, muito danificado e servia de curral e capoeira. A quinta encontrava-se, nessa época, alugada na sua quase totalidade.


Dê-nos a sua opinião

www.azeitao.net, uma região a descobrir

© Todos os direitos reservados - Bernardo Costa Ramos

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 PUBLICITE neste site!

Este site foi compilado com optimização para uso com o Internet Explorer 4 ou superior. Embora funcione noutros browsers (por exemplo, Netscape), muitas das funções não terão pleno funcionamento, podendo igualmente existir configurações distorcidas.

 :: © 1999/2007 - Bernardo Costa Ramos  :: www.azeitao.net  ::  Azeitão, uma região a descobrir! ™ ::

Visite ainda: www.saboresdeazeitao.com  ::  www.bacalhoa.eu :: www.troiaresort.com

Declaração de exoneração de responsabilidade :: Sobre o sítio/site www.azeitao.net