[Vinhos]   [Visitas]    [Fotos]          

Cinco anos após a aquisição do Palácio e Quinta da Bacalhôa, no ano do 2000, e no culminar de um período de investimentos num vasto conjunto de propriedades, quintas e adegas, o Conselho de Administração da empresa resolveu em 2005 alterar a designação social da J.P. Vinhos, s.a. para Bacalhôa - Vinhos de Portugal, s.a.
 

Um pouco de história...

Fundada em 1922, sob a designação comercial de João Pires & Filhos, Lda., a actividade da companhia era a compra de uva a viticultores da região de Palmela, destinada exclusivamente à produção e venda de vinho a granel. No final dos anos setenta, António d' Avillez tornou-se o maior accionista, conduzindo os destinos da companhia de forma dinâmica.

Sede da JP Vinhos em Azeitão

Em 1982 inicia-se uma nova fase da vida da empresa com a entrada no segmento de vinhos engarrafados, com marcas próprias. Estas marcas tiveram e continuam a ter grande aceitação, quer no mercado interno, quer externo, constituindo hoje o principal componente das vendas da empresa.

Foram efectuados vultuosos investimentos na remodelação da adega e na aquisição de vinhas e terrenos para a sua plantação. A principal adega, de linhas modernas e atraentes foi submetida a uma renovação considerável, tornando-se uma das mais bem equipadas em Portugal, em termos tecnológicos e de técnica de produção de vinhos. Está localizada na nobre zona vitivinícola de Azeitão, no « coração » da Península de Setúbal, onde a partir de uvas da região se produzem vinhos de elevada qualidade, de que se destacam o Quinta da Bacalhoa, Má Partilha, Catarina e Cova da Ursa, que têm obtido um enorme sucesso não só em Portugal como nos vários países onde são vendidos.

Destaca-se ainda a adega em Arraiolos, onde se produzem os vinhos da região do Alentejo, que têm igualmente conhecido um grande sucesso: Tinto da Anfora e Herdade de Santa Marta.Quinta dos Loridos - Bombarral No Bombarral, na sua Quinta dos Loridos, produzem-se os vinhos espumante Loridos que têm merecido referências muito elogiosas por parte de conceituados « leaders » de opinião.

Os vinhos produzidos estavam maioritariamente direccionados para o segmento médio/alto, o que foi considerado inadequado, dado o potencial vitivinícola da empresa. Assim, em 1993 foi decidido diversificar o portfolio de marcas, com o objectivo de produzir vinhos cuja relação qualidade preço atraísse um maior leque de consumidores. Surge assim a linha de produtos « J. P. », que harmoniza com a actual designação da empresa. Estes vinhos têm conseguido um enorme sucesso, tanto em Portugal como no mercado externo, e a sua contribuição para o aumento do volume de vendas é considerável.

Corolário de um percurso nem sempre fácil, a J. P . Vinhos, viu ser-lhe atribuída a menção de Melhor Empresa do Ano, pelo autor do « Roteiro Prático dos Vinhos Portugueses 1996 », que dizia : António Avillez conseguiu assim o milagre de devolver o vinho às grandes multidões sem abandonar os produtos de elevada qualidade, evitou que o vinho prosseguisse um rumo elitista que o condenaria à morte súbita.vista feral da vinha e dos silos em Azeitão

Quinta da BacalhoaEm 1995, através de um aumento de capital, a Família Berardo, que teve no passado relações de trabalho com o importante sector dos vinhos da Madeira, adquiriu uma significativa percentagem da empresa, tornando-se em 1998 accionista maioritária. Daí para cá concluiu-se a modernização das adegas de Azeitão e de Arraiolos e iniciou-se um vasto plano de plantações de novas vinhas. Recentemente adquiriu a Quinta da Bacalhoa e associou-se a "Lafite Rothschild" na empresa vitivinícola «Quinta do Carmo».

A empresa tem hoje uma capacidade de produção, nas suas 3 adegas, de cerca de 12 milhões de litros, uma capacidade de estágio de vinho em 6000 pipas de carvalho e uma área de vinhas espalhadas pelas principais regiões no total de 510 hectares. Outros 130 hectares foram plantados até 2002.

texto e fotos do site da Bacalhôa Vinhos de Portugal


 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 PUBLICITE neste site!

Este site foi compilado com optimização para uso com o Internet Explorer 4 ou superior. Embora funcione noutros browsers (por exemplo, Netscape), muitas das funções não terão pleno funcionamento, podendo igualmente existir configurações distorcidas.

 :: © 1999/2007 - Bernardo Costa Ramos  :: www.azeitao.net  ::  Azeitão, uma região a descobrir! ™ ::

Visite ainda: www.saboresdeazeitao.com  ::  www.bacalhoa.eu :: www.troiaresort.com

Declaração de exoneração de responsabilidade :: Sobre o sítio/site www.azeitao.net