ZECA AFONSO

Tecto do mendigo


    Num lugar ermo
    Só no meu abrigo
    Aí terei meu tecto
    E meu postigo

    De longe em longe
    À luz das madrugadas
    Duas camisas
    Quem não tem lavadas?

    Aí serei meu dono
    E companheiro
    Dizei amigos
    Se não sou solteiro

    E se eu morrer
    O tecto que não caia
    Porque um mendigo
    Dorme de atalaia
    De quando em quando
    Chamo o perdigueiro
    Dizei amigos
    Quem chega primeiro

    Aí terei meu poiso
    À luz da veia
    Aí verei o sol
    Duma janela

    Tenho uma trompa
    Tenho uma cascata
    Tenho uma estrela
    No bairro da lata

    Olha o mar alto
    Olha a maresia
    Olha a montanha
    Vem rompendo o dia

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 PUBLICITE neste site!

Este site foi compilado com optimização para uso com o Internet Explorer 4 ou superior. Embora funcione noutros browsers (por exemplo, Netscape), muitas das funções não terão pleno funcionamento, podendo igualmente existir configurações distorcidas.

 :: © 1999/2007 - Bernardo Costa Ramos  :: www.azeitao.net  ::  Azeitão, uma região a descobrir! ™ ::

Visite ainda: www.saboresdeazeitao.com  ::  www.bacalhoa.eu :: www.troiaresort.com

Declaração de exoneração de responsabilidade :: Sobre o sítio/site www.azeitao.net